Sábado, 15 de Dezembro de 2007

(12) Pátria Amada

PÁTRIA AMADA

 

Oh Pátria desperta! Sê livre! És gigante

Quebre as cadeias, não curves a fronte

Há tantos perdidos em trevas e fugas, nas drogas, nos vícios, na alucinação

Em caminhos loucura, caminhos de morte, em tempos de sombras, sem vigor e paz.

Multidões em desespero encontram-se no vale, no vale de sombras, de sombra e dor

Pessoas frustradas, cansadas e oprimidas, que caminham sem esperança e vigor

Ó Pátria desperta! O que há contigo? Sempre fostes assim?

Brasil de brancos, negros, índios, de pobres, ricos, de individualistas,

Fonte de riquezas, abismo de pobrezas, rios caudalosos, florestas, matas,

Brasil disparidades?

Não vês que em meio a tua hegemonia enegrecem-se teus horizontes e fenecem as esperanças de paz?

Paz, paz, paz,

É o sentimento que mais necessitas

É o grito que surge na alma do povo

Agiganta o pequeno – robustece

Enriquece a alma – enaltece

Vence o barbarismo que uma espada ergue

Unifica – reunifica, e sobre as ruínas da guerra hasteia o estandarte do amor

Paz, paz, paz,

Clamam índios, negros, mamelucos, cafuzos, confusos cidadãos

Que pelas vilas e tabas, choupanas, estradas

Vivem segregados, injustiçados, desempregados.

Pátria Amada desperta! Sê livre! És gigante,

Quebre as cadeias, não curves a fronte

Mostre teu brilho incessante e indique a teus filhos a jornada de paz e amor.

 

Autoria: Paulo Henrique Carvalho - Macaé (RJ)
publicado por poesiaemrede às 01:25
link do post | comentar | favorito
|
Site_Poesia_em_Rede

.Poemas a Concurso

. Poemas da Minha Terra - P...

. (87) Portugalidade

. (86) Na Minha Terra

. (85) Cidade do Porto

. (84) A Minha Casa

. (83) Minha Terra

. (82) A Minha Terra

. (81) A Minha Terra

. (80) Do Alto da Serra Alg...

. (79) Onde Penduro o Chapé...

. (78) Minha Terra, Aldeia ...

. (77) Coimbra

. (76) Daqui Eu Vejo

. (75) Numa Aldeia Adormeci...

. (74) Não me alcunhei de C...

. (73) Saudades de ti

. (72) Um dia na minha Terr...

. (71) "Há coxas nuas a cor...

. (70) Um Suspiro!

. (69) "O Mundo dos cheiros...

. (68) Arruda

. (67) Ilha Encantada

. (66) "A Minha Terra"

. (65) Terra de Portugal

. (64) Minha Terra Eurotupy...

. (63) A Madeira é um Jardi...

. (62) Terra Minha Jamais E...

. (61) Reminiscências e Coi...

. (60) Malanje, Minha Terra

. (59) São Fragâncias Única...

. (58) "A Minha Terra"

. (57) A Minha Terra

. (56) A Praça

. (55) Besteiras - Uma Pequ...

. (54) Moçambique

. (53) Oh terra minha de en...

. (52) Horizonte Brasileiro

. (51) Minha terra...

. (50) A Minha Terra

. (49) Praia das Pérolas Pe...

. (48) A Minha Terra

. (47) Ericeira - Meu berço...

. (46) No Vale dos meus Bar...

. (45) Uma Aldeia de Viseu

. (44) Segredos Revelados

. (43) Saudades da Arrábida

. (42) A Representação do M...

. (41) Espécie de fuga do m...

. (40) Homossexualidade Urb...

. (39) Figueira que dá Rosa...

.Mais Poemas a Concurso

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.Projecto

blogs SAPO

.subscrever feeds

Contador de visitas
Contador de visitas